JavaScript is required to use Bungie.net

Esta semana na Bungie – 01/09/2022

Esta semana na Bungie, a gente se divertiu à beça assistindo a mais uma luta entre os Guardiões e o Rei dos Possuídos no fim de semana, e, agora, estamos de volta com uma atualização sobre a organização de partida e com mais alguns trocadilhos piratas.  

Foi incrível ver o pessoal enfrentando A Queda do Rei nessa última semana. Para muitos, foi uma boa oportunidade para voltar à incursão, sentir toda a nostalgia e encarar as novidades desafiadoras. Para outros, foi a primeira chance de vivenciar uma parte da história de Destiny em primeira mão. Independentemente do grupo de jogadores no qual você se encaixa, todo mundo concorda com uma coisa: quebra-cabeças de pulo são uma cruz que a gente tem que carregar, e aquelas tentativas hilárias (e quase sempre fracassadas, no meu caso) são perfeitas para formar laços entre os membros do esquadrão.  
 
No boletim desta semana, vamos falar de alguns dados dos bastidores referentes às mudanças na organização de partida que fizemos recentemente, de um novo local de Expedição para pilhar espólios enquanto encarna seu pirata interior, das comemorações dos Primeiros do Mundo e de mais algumas coisas externas ao jogo que estamos empolgados para compartilhar.  

Todos prontos para mais uma semana? Vamos nessa.
  

Organização de Partida do Crisol

Nesta temporada, nós implementamos uma organização de partida permissiva baseada em habilidade (SBMM), conforme já tínhamos divulgado em agosto. Nosso Designer Chefe, Alan Blaine, entrou no clima do PvP da Temporada dos Corsários e veio nos contar mais detalhes sobre o lançamento desse recurso reformulado. É com você, Alan!  

Alan Blaine: Oi, pessoal! No quesito atividades rituais, a Temporada dos Corsários começou com o pé direito. Identificamos um aumento significativo na quantidade de jogadores que participam do Crisol e no tempo que eles passam nessa atividade. Estamos muito empolgados para falar sobre o futuro brilhante do desenvolvimento do Crisol, mas sei que todos querem saber mais sobre a SBMM permissiva que implementamos no modo Controle. 

Como falamos num boletim anterior, uma das funções do nodo de Controle na 18ª Temporada é de nos ajudar a encontrar uma boa configuração para a organização de partidas 6v6 antes de começarmos a implementar novos recursos de organização, como tamanhos de equipe e faixas dinâmicas de habilidade. 

Vamos começar com uma história divertida sobre o desenvolvimento de jogos online só para ilustrar o motivo de querermos fazer testes em menor escala antes de ampliar o escopo do lançamento. Se quiserem ver somente as estatísticas da semana e os planos para o futuro, pulem para a seção de Estatísticas da Primeira Semana

Primeira Semana de Controle 

A SBMM permissiva do modo Controle estava programada para ser lançada no reinício do dia 23 de agosto. Porém, os jogadores que jogaram no modo Controle perceberam que estavam sendo colocados nas partidas de forma aleatória. A organização não parecia levar em conta a habilidade nem a plataforma dos jogadores. Geralmente, os jogadores de PC são separados dos jogadores de console e do Stadia na organização de partida. Mas então, o que aconteceu? 
 
No patch de atualização lançado naquele dia para dar início à Temporada dos Corsários, o arquivo com as novas configurações de organização de partida não foi enviado, levando o modo Controle a usar nossas configurações predefinidas de organização de partida. Quando encontramos o erro e descobrimos o que estava acontecendo, nós atualizamos o arquivo nos servidores por volta das 23h (BRT) daquele mesmo dia, e todo mundo passou a usar a SBMM permissiva. Uhul! Isso serve para ilustrar algumas questões importantes: 
  1. Nossas atualizações e reinícios semanais são feitos nas terças em vez de ocorrerem nas sextas-feiras para que, quando algo inesperado acontecer, ninguém precise trabalhar no fim de semana para consertar o jogo. 
  2. Fazemos mudanças pontuais primeiro para garantir que está tudo certo antes de expandirmos a alteração para outras áreas, principalmente quando alteramos sistemas que estão há muito tempo sem nenhuma mudança.

Organização de Partida Padrão 

A organização de partida que todos viram no jogo até as 23h não é usada no jogo quando tudo está funcionando corretamente. Ela foi criada como um plano B que "sempre funciona" e coloca as pessoas em grupos para jogar as partidas, mas sem usar nenhum critério inteligente. 

A organização de partida padrão ignora plataforma, habilidade e quase todos os outros fatores. O único critério desse tipo de organização de partida é a latência, mas isso só é levado em consideração nos primeiros 15 segundos do processo. Passado esse tempo, o sistema "libera geral". Então, se a sua partida de Controle no dia 23 de agosto levou mais de 15 segundos para ser organizada (o que acontece quase todas as vezes), o sistema estava simplesmente escolhendo os primeiros 11 jogadores encontrados, independentemente da qualidade das suas conexões, da plataforma em que estavam jogando ou da habilidade que cada um tinha. 

Evidentemente, isso podia causar latência muito alta (lag) para alguns jogadores, problemas no registro de acertos e partidas com jogadores de habilidades muito discrepantes. É por isso que, às vezes, a organização de partida leva vários minutos para garantir que a latência ficará o mais estável possível. 

Estatísticas da Primeira Semana 

Dessa forma, o modo Controle está usando a SBMM permissiva desde as 23h da terça-feira passada, e temos alguns resultados interessantes para mostrar! Vamos nessa: 

População de Jogadores 

Na primeira semana da Temporada dos Corsários, o modo Controle foi jogado por 140.000 horas a mais que na primeira semana da Temporada dos Atormentados, além de ter contado com um aumento de cerca de 11% na quantidade de participantes. 

Tempo de Organização de Partida  

No geral, nossa média de tempo de organização de partida aumentou de 5 a 10 segundos. Isso é um bom indício de que a organização está funcionando, mas não mostra os piores casos — os grupos menos numerosos (jogadores de habilidade extremamente baixa ou alta). 

Na faixa mais alta de habilidade, que equivale a menos de 0,1% da população, a média de tempo de organização de partida foi de 90 segundos durante os picos de participação, subindo para pouco mais de 200 segundos durante os períodos de baixa participação. Na faixa mais baixa de habilidade, os tempos de organização de partida variaram entre 120 segundos nas situações mais favoráveis e 240 segundos nas menos favoráveis. 

Com base nesses tempos de organização de partida, as configurações atuais parecem estar nos colocando no caminho certo. No entanto, não queremos presumir muita coisa agora. Temos muitas evidências empíricas de conexões ruins nessas partidas de alta habilidade, e a primeira semana sempre é um dos momentos mais populosos da temporada. 

Diferenças de Habilidade 

As diferenças de habilidade que vemos nas partidas de Controle são bem grandes. Sem a SBMM, apenas 10% das partidas tinham uma diferença de 600 ou menos entre a habilidade mais alta e a mais baixa do grupo. Com a SBMM, 80% das partidas tiveram uma diferença igual ou inferior a essa. Em 90% dos jogos sem SBMM, a média de habilidade de todos os jogadores em dada partida foi de 300 a -100. Agora, há uma quantidade significativa de jogos com uma média alta de 600 de habilidade, muitas vezes chegando até a -500. (Algumas partidas do dia chegam a uma média de -900!) 

Resultados das Partidas 

Quando analisamos os resultados das partidas, que é onde nosso trabalho fica mais evidente, os dados ficam mais interessantes: 
  • As partidas de misericórdia caíram em 4%. Não é tanto quanto nós esperávamos, mas esse número está diminuindo gradualmente. 
  • A quantidade de partidas que chegam ao limite de pontuação continua estável, e os jogos que vão para prorrogação aumentaram em 4%. 

Tudo isso está dentro do esperando, e a previsão é de que as primeiras semanas sejam mais caóticas que o normal. À medida que os jogadores ajustarem seus estilos de jogo de "jogabilidade otimizada para enfrentar uma grande variedade de jogadores" para "jogabilidade otimizada para enfrentar jogadores de habilidade semelhante à sua", o sistema de habilidade se ajustará para refletir essas mudanças. A previsão é de que o número de partidas de misericórdia diminua gradualmente nas próximas semanas. Se as partidas que chegam ao limite de tempo continuarem aumentando consistentemente nesse mesmo período, nós provavelmente reduziremos a pontuação-meta para compensar. 

No quesito diferença de pontuações e baixas, houve melhorias graduais parecidas. Partidas nas quais o melhor jogador teve 30+ baixas a mais que o pior jogador passaram de 9% dos jogos para 2%. Partidas nas quais o melhor jogador teve apenas 10 a 19 baixas a mais que o pior jogador passaram de 35% dos jogos para 55%. 

Abandono de Partida 

Percebemos uma tendência preocupante nos dados: a porcentagem de jogadores que abandonam a partida antes do fim aumentou de 8% para 12% na última semana. Isso é ainda pior se considerarmos que a nossa intenção é proporcionar partidas equilibradas com 12 jogadores de mesma habilidade. Ainda estamos investigando para verificar se isso é um problema isolado causado por um grupo ou estilo de jogo específico ou se é uma reação natural dos jogadores a um sistema novo. Essa porcentagem pode cair com o tempo. Fiquem ligados!  

Planos para o Futuro 

Estamos tratando de alguns aspectos preocupantes:  
  • O número de conexões ruins durante as partidas. 
  • O número de jogadores que abandonam a partida antes do fim. 

No mais, considerando que se trata de uma nova experiência e que vai levar um tempo para as pessoas se acostumarem com ela, a maioria dos dados de análise foram positivos. 

Por ora, estamos adotando algumas medidas: 
  • Vamos estender o tempo de espera da SBMM permissiva para encontrar a conexão de melhor qualidade entre os líderes dos grupos. Esperamos que isso aumente a qualidade geral das conexões quando a organização de partida ultrapassar dois minutos. 
  • Vamos receber novos dados de análise em breve, o que deve nos dar uma ideia melhor da qualidade de conexão de todos os participantes das partidas, e não apenas os líderes das equipes. 
  • Futuramente, publicaremos um patch com uma proteção contra desistentes no modo Controle. Isso provavelmente será discutido num boletim posterior. 

Quanto ao futuro próximo, teremos a Bandeira de Ferro semana que vem, com a estreia do novo modo Erupção. Precisam refrescar a memória sobre o que é esse modo? Sem problemas, vocês podem conferir os detalhes aqui.  


Eles Têm Um Exército, Nós Temos Uma Eido

Por que o pirata não joga futebol? Porque ele é perna de pau. Hã? Hããã? Embora a gente também não seja craque no futebol (mas estamos craques em fazer piadinha de pirata), trouxemos outro local de Expedição para os Guardiões explorarem e deixarem a Eido orgulhosa. E é bom mesmo, porque ela tem que ser protegida a todo custo.  



Esta semana, vamos ao Cosmódromo pilhar todo tanto de espólio que você poderia querer na vida. Para quem estiver chegando agora à Temporada dos Corsários, a Expedição é a nova atividade organizada para 3 jogadores, na qual os aspirantes a piratas se unem para caçar tesouros enquanto enfrentam inimigos que querem lhes tomar suas coisas. Mas a gente não vai deixar que isso aconteça, não é mesmo? Claro que não. O Misraaks e a Eido estão do nosso lado. O que pode dar errado?  


Uma Incursão A Queda do Rei Acompanhada de Uma Porção de Primeiros do Mundo, Por Favor 

Outra corrida pelo título de Primeiros do Mundo chegou e passou, desta vez com a volta da querida incursão A Queda do Rei de Destiny 1. Os jogadores do mundo todo reuniram seus esquadrões e foram enfrentar Oryx mais uma vez. Foi uma corrida acirrada! Muitas equipes tentaram conseguir o primeiro lugar, mas apenas uma podia obter a vitória. A equipe vencedora foi chocante. Não porque eles não deram o melhor de si, mas porque é a terceira vez seguida que eles ganham o título de Primeiros do Mundo! Não tem como não achar essa conquista impressionante.  

O Clã Elysium é tricampeão e está de volta com uma escalação de craques: Saltagreppo,Cruz, Kyros, VileFate, Moople e Quazz. Eles pularam, esquivaram e cometeram algumas gafes hilárias no caminho, mas quer saber? Eles se divertiram a valer, e foi incrível ver a expressão de alívio no rosto deles quando perceberam que tinham finalmente chegado à cobiçada linha de chegada. Mais uma vez, meus parabéns à equipe. A corrida foi mesmo insana, do começo ao fim. 

Agora que nós sabemos quem ganhou, que tal algumas curiosidades sobre a volta de A Queda do Rei? Vamos conferir os detalhes?  

A Queda do Rei, round Destiny 2, fight:  
  • Número total de jogadores que participaram da incursão 
    • Normal: 458.120 
    • Desafio: 35.678 
  • Total de mortes de Guardiões 
    • Normal: 33.665.322 
    • Desafio: 2.825.235 
  • Jogadores que concluíram totens 
    • Normal: 158.034 
    • Desafio: 31.649 
  • Jogadores que concluíram o confronto contra o Sacerdote Bélico 
    • Normal: 63.648
    • Desafio: 21.727
  • Jogadores que concluíram o confronto contra Golgoroth 
    • Normal: 52.958 
    • Desafio: 19.341 
  • Jogadores que concluíram o confronto contra as Filhas 
    • Normal: 49.873 
    • Desafio: 19.028 
  • Jogadores que mandaram Oryx para o beleléu 
    • Normal: 49.245 
    • Desafio: 17.107 
  • Total de horas jogadas em A Queda do Rei 
    • Normal: 1.989.371 
    • Desafio: 208.295 

Basicamente, nós temos um monte de emblemas para distribuir e uma boa quantidade de anéis de incursão para entregar. Para quem recebe nossos e-mails (ainda estamos trabalhando nisso), é bom ficar de olho no próximo e-mail de notícias da Bungie. Nele, nós forneceremos um relatório detalhado das suas conclusões da incursão (#RaidComplete) para vocês poderem conferir seus altos, seus baixos e suas quedas no precipício.

Mas esperem, tem mais. 

E para homenagear nossos tricampeões, nós conversamos com Saltagreppo e seus companheiros para refletir um pouco sobre a grande vitória do esquadrão.    



Parabéns pela terceira vitória! Qual é a sensação de ganhar o título de Primeiros do Mundo não uma, não duas, mas três vezes?
Salt: É uma sensação incrível. É bem difícil colocar em palavras. Nunca senti tanta pressão antes de uma estreia de incursão como eu senti desta vez. A gente sabia que dava conta, mas também sabíamos que ninguém tinha ganhado o título de Primeiros do Mundo três vezes seguidas. Depois da vitória, o alívio e a satisfação foram inigualáveis.  

VileFate: Como eu era o novato do grupo, foi extremamente estressante assumir um posto insubstituível. Tinha muita pressão, porque, evidentemente, todo mundo na equipe queria ser tricampeão, e ninguém quer ser a única coisa que mudou na equipe se essa conquista não acontecer. Quando ouvi falar que todo mundo ainda estava no confronto contra o Oryx quando a gente finalmente concluiu o Modo Desafio, eu senti um alívio imenso. A sensação é incrível.  

Na sua opinião, qual foi o ingrediente especial da sua equipe que possibilitou a terceira vitória?

Moople: Se existir uma lista de ingredientes, a química entre eles é o fator principal. Uma conquista como esta é difícil de se conseguir se o grupo não for unido (mas já teve gente que conseguiu!). O segredo, na verdade, é garantir que todo mundo está em sintonia e com o mesmo desejo de conquistar o cinturão.  

Cruz: Jogadores muito, muito bons. Que, além de serem bons com as mecânicas, também sejam espertos e versáteis. Poder confiar na sua equipe e depender um do outro é extremamente importante, principalmente numa situação como a corrida de Primeiros do Mundo. Outro aspecto importante é que todos os jogadores entendam o objetivo. Daí, é só manter o foco no que realmente interessa, não importa quanta gritaria e discussão o Modo Disputa possa causar com o passar das horas. Todo mundo sabe que isso é só o nosso entusiasmo transparecendo quando nos deixamos levar pelos nossos sentimentos e frustrações. Acho que é tudo isso que nos torna únicos e nos prepara para buscar esses objetivos.  

O que os leva a competir nesse evento todos os anos? Vocês pretendem parar em algum momento?

Salt: O que essa competição tem de especial é a superação das dificuldades. Para nós, os aspectos mais desafiadores da incursão são o principal, e estar na liderança quando a equipe derrota o chefe final é o momento mais especial da conquista de um título de Primeiros do Mundo. As desvantagens são aqueles momentos em que você se sente acabado e na pior. A parte mais difícil é o tempo que você passa batendo a cabeça na parede até finalmente conseguir transpor o obstáculo. Se conseguir sair dessa, você consegue sair de qualquer situação ruim. 

Moople: As corridas de Primeiros do Mundo de Destiny são, de longe, a minha parte predileta do ano no jogo. Não tem sensação melhor do que superar o conteúdo mais difícil de Destiny 2, e o primeiro dia das incursões está sempre no topo dessa lista de dificuldade. Não pretendo parar de participar tão cedo. Esse jogo e os amigos que eu fiz são insubstituíveis. Não tem nada que se compare.  
 
Que dica vocês dariam para ajudar outros aspirantes ao título nesse sonho de um dia levar o cinturão para casa?

Quazz: Na minha opinião, a equipe que quiser correr atrás do título de Primeiros do Mundo precisa ter um bom entendimento de tudo que o grupo tem no arsenal para poder alcançar seus objetivos. A gente sempre tem um plano para a atividade, mas também sabemos que esses planos podem mudar de uma hora para a outra. Saber se adaptar e o que fazer em diversas situações ajuda muito na corrida, e tudo se resume a comunicação. A gente é uma equipe bem barulhenta e entusiasmada, mas, não importa o quanto a gente grite, nós entendemos o que temos que fazer. Acho que as equipes têm que encontrar um nível de comunicação que funcione bem para elas. Não importa se essa comunicação vai ser tranquila, barulhenta ou totalmente silenciosa. 

Salt: Se você for começar do zero, tente encontrar um grupo de pessoas que pensem de forma parecida com você e tenham mais ou menos o mesmo nível de habilidade. Uma boa forma de fazer isso é concluir desafios de confronto da incursão em duplas ou trios ou encontrar jogadores que curtem conteúdo de fim de jogo como você e que estão dispostos a evoluir. Depois que jogar com alguém que você acredita ter potencial e uma personalidade que combina com a sua, tente convidar a pessoa para o seu esquadrão de Primeiros do Mundo e continue a partir daí.  

Para os clãs já estabelecidos, não tem muito o que dizer. A gente venceu a corrida da Câmara de Cristal por uma questão de dez minutos, o Voto do Discípulo por três, e nem chegamos aos dez primeiros na versão normal de A Queda do Rei. Por mais que eu queira continuar vencendo, e apesar da consistência que a nossa equipe tem demonstrado, é bem possível que outra equipe leve o cinturão para casa. Tem muitas equipes capazes de vencer. A competição está sempre lá.  

Momento favorito da volta da incursão A Queda do Rei?

Kyros: Meu momento favorito com certeza foi ouvir a animação do VileFate quando ele conseguiu o primeiro título de Primeiros do Mundo, porque me lembrou a nossa equipe quando concluímos a Câmara de Cristal pela primeira vez.  Aquela nostalgia foi uma sensação maravilhosa.  

VileFate: Acho minha parte preferida foi as mudanças no Sacerdote Bélico. O fluxo e a dificuldade do confronto no Modo Disputa foram muito gratificantes.  Para ser sincero, eu curti muito a dose extra de desafio. Exigiu coordenação e adicionou outro nível de dificuldade a um confronto ao qual eu cheguei pensando que seria a parte mais "fácil" da incursão.  
 
Teve alguma alteração que se sobressaiu nessa incursão que já era tão adorada?

Salt: Causar dano ao Golgoroth com Luz Instável foi uma adição incrível! Além disso, poder acelerar os totens com baixas de inimigos é muito divertido e faz o confronto ficar muito mais envolvente, além de trazer todo aquele astral de "lógica da espada".

Moople: Acho que poder causar dano ao Oryx com armas e continuar readquirindo bombas de Luz Corrompida no último confronto foi o que mais se destacou para mim. Misturar dano mecânico com atordoamento e dano de arma sempre dá os melhores confrontos. 

Qual foi a parte mais difícil da incursão para você e a sua equipe? Qual foi o aspecto mais frustrante e o mais gratificante?

Cruz: Os confrontos mais difíceis para nós foram as nossas primeiras conclusões do Sacerdote Bélico e do Golgoroth. Nós levamos pelo menos uma hora para concluir cada um, e, se você somar, isso corresponde a 38% de todo o nosso tempo na atividade. E tudo em apenas dois confrontos, é uma loucura. Mas, na verdade, eu acho que nosso confronto dos totens foi o que mais me frustrou, porque a gente só estava com dificuldade por causa de erros bobos e espontâneos que estávamos cometendo como jogadores. A gente simplesmente não estava jogando bem, e foi nesse momento que a gente soube que precisava dar um jeito e começar a se concentrar. Porém, quando passamos pelo confronto contra o Golgoroth na nossa primeira conclusão, foi bem tranquilo, e começamos a jogar muito melhor como equipe no restante da corrida. 
 
VileFate: A parte mais difícil para mim foi ter que recuperar o atraso logo de cara. No começo da nossa tentativa de concluir o Golgoroth no Modo Disputa, o Kyros estava com 10 de FPS no jogo e acabou tendo que reiniciar o computador, o que nos tirou de uns 15 a 20 minutos. Evidentemente, isso nos deixou bem ansiosos, porque nenhum de nós sabia o que tinha que fazer, mas, por sorte, ele conseguiu voltar e jogar normalmente. Depois disso, a gente passou voando pelo Modo Disputa e pela conclusão no Modo Desafio depois. Como novato no esquadrão, vencer com todos esses empecilhos foi definitivamente uma das partes mais gratificantes para mim.  
 
Mais uma vez, parabéns aos nossos vencedores pelo dedicação e trabalho duro! Aproveitem o terceiro cinturão!



Parceria com o Team Rubicon para o Mês Nacional de Prevenção 


Mais um mês se passou, trazendo outro motivo para nos incentivar a fazer o bem para o mundo. A mais recente iniciativa da Fundação Bungie está garantindo que o Mês Nacional de Prevenção fique o mais preparado possível. Trouxemos a Fundação Bungie para nos falar um pouco sobre essa inciativa:  

Setembro é o Mês Nacional de Prevenção – uma época de conscientizar as pessoas sobre a importância de se preparar para desastres e emergências que podem acontecer a qualquer momento. Nunca foi tão importante apoiar organizações que trabalham sem parar para ajudar as comunidades a se prepararem para situações de crise.   

Estamos muito empolgados com a nossa colaboração com o Team Rubicon nessa iniciativa de apoio à preparação e recuperação das comunidades diante de desastres e crises humanitárias. Fundada após o terremoto no Haiti de 2010, a organização cresceu e já tem 150.000 voluntários, conhecidos como Greyshirts (Camisas Cinzas). Os Greyshirts são formados por gente de todos os tipos. Veteranos de guerra, socorristas e qualquer pessoa que esteja disposta a fazer a diferença. Com voluntários situados em diversas comunidades do país, o Team Rubicon está numa posição única que lhes permite se preparar e fornecer auxílio imediatamente após os desastres. 

A Fundação Bungie deu início a essa campanha com uma doação de US$ 150.000 ao Team Rubicon. No mês de setembro, não deixem de se juntar a nós e apoiar as iniciativas com doações feitas à Campanha do Mês de Prevenção do Team Rubicon.  

Quem doar US$ 50 ou mais até 1º de outubro, às 03h59 (BRT), receberá o emblema Sementes da Esperança. 


 
*Os doadores devem fazer suas doações à Campanha do Mês de Prevenção do Team Rubicon até 1º de outubro, às 03h59 (BRT) para receberem o incentivo. Os doadores receberão um URL único para resgatar o emblema depois que o valor mínimo de doação de US$ 50 for atingido. *Todas as recompensas digitais do jogo estarão disponíveis para resgate com a ID Bungie.net de quem doou e aparecerão nas Coleções de Destiny 2. A Fundação Bungie repassará 100% do valor arrecadado para o Team Rubicon em até 45 dias após o término da campanha.

Se quiserem colocar sua disposição em prática, recomendamos que vocês se cadastrem para prestar serviços voluntários nessa organização maravilhosa. Como começar o processo: 

1° passo: Saibam mais sobre como se tornar um voluntário Greyshirt e cadastrem-se aqui
2° passo: Concluam o treinamento TR 101 (45-60 minutos) 
3° passo: Concluam um atestado de antecedentes (15 minutos) 
4° passo: Atualizem seus perfis (5 minutos) 
5º passo: Participem nas suas regiões e além 

Não se esqueçam de nos seguir nas nossas redes sociais para conferir todas as novidades ao longo da campanha! 
 
Agradecemos pela sua compaixão pelos mais necessitados! 

Atenciosamente, 
Fundação Bungie 


Mensagem para Guardiões com Fotossensibilidade

Em setembro de 2021, nós mencionamos nossa iniciativa de garantir a jogabilidade de Destiny 2 a todos que quiserem curtir o jogo. Isso envolve muitos departamentos de acessibilidade em jogos, incluindo áreas de design que podem ter efeitos negativos em jogadores que sofrem de fotossensibilidade. 

Enquanto trabalhamos na infraestrutura, queríamos deixar um alerta de que Destiny 2 pode conter padrões e imagens piscantes que podem causar reações adversas a uma pequena percentagem de pessoas sensíveis a esse efeito. A nossa parte envolverá algumas áreas e levará tempo, mas isso não significa que não há nada que possamos fazer nesse meio-tempo para ajudar a manter as coisas tranquilas e seguras. Mas, primeiramente, vamos esclarecer uma questão.  

Um equívoco comum sobre convulsões é de que elas só ocorrem em pessoas diagnosticadas com epilepsia. Infelizmente, isso não é verdade. Qualquer pessoa pode sofrer convulsões por diversos motivos. Como há mais de um tipo de reação fotossensível, pode ser difícil lidar com as questões de segurança e prevenção. Como mencionado anteriormente, esse processo de adaptação aqui na Bungie será lento e contínuo, mas estamos decididos a ir até o fim. Para ajudá-los em sua jornada neste mundo de Luz, Treva e drinks azuis espaciais, nós criamos um guia com dicas e truques para participar da ação sem provocar ataques de fotossensibilidade. Interessados? Esse guia pode ser encontrado aqui.  


Relatório de Suporte ao Jogador

E nessa loucura de voltar pro Encouraçado, vou pulando as plataformas, abatendo os Possuídos, mas pra que esse suplício se vou levar uma surra do grandão.

 

Uma estreia tranquila da incursão A Queda do Rei? Confere. Jogadores encarnando seus piratas interiores na Temporada dos Corsários? Confere. Poder usufruir de toda a glória da nossa equipe de Suporte ao Jogador? Também super confere. Agora que a primeira semana da nova temporada passou, vamos ver o que a equipe tem para nos contar sobre os problemas conhecidos e a manutenção programada que vem por aí.  

Segue o relatório deles. 


MUITO BARULHO

No fim de semana passado, nós descobrimos que, durante a mecânica de eliminação do terceiro confronto da incursão A Queda do Rei, Golgoroth às vezes emitia um rugido extremamente alto. Acreditamos ter descoberto a origem desse problema, e estamos definindo a melhor forma de corrigi-lo. 

Até publicarmos um conserto, recomendamos que todos os jogadores abaixem o som das suas plataformas durante a luta contra Golgoroth. 

Atualização: O problema foi corrigido, conforme consta nas nossas últimasnotas de patch

ACESSO AO PASSE DA TEMPORADA DOS CORSÁRIOS

O Passe da 18ª Temporada mostra informações equivocadas para os jogadores que ainda não concluíram a missão introdutória. No momento, o passe indica que os jogadores que já compraram o Passe de Temporada precisam do passe para ter acesso a energia umbral pilhada. Essa informação está incorreta. Além de possuir o Passe de Temporada, os jogadores devem cumprir estes requisitos para adquirir energia umbral pilhada: 
  1. Conclua a missão "Salvados e Salvação" no E.L.M.O. 
  2. Fale com o Aranha no Distrito Eliksni 
  3. Adquira e conclua a jornada Levantar Âncora 
  4. Visite o Mapa Estelar no E.L.M.O. 
  5. Adquira as jornadas Velas da Ladra de Naves e Atlas do Capitão 
  6. Resgate sua energia umbral pilhada no Passe de Temporada 

ATUALIZAÇÕES

Hoje mais cedo, o Conserto 6.2.0.2 foi lançado para tratar de vários problemas, como o que fazia com que as subclasses de Combatente e Condutor da Tempestade que não se beneficiassem da resistência a dano baseada em resiliência no PvE. 

Na terça-feira que vem, dia 8 de setembro, o Conserto 6.2.0.3 está programado para ir ao ar. Fiquem de olho em @BungieHelp no Twitter para mais informações. 

EMBLEMA DOS DROPS DA TWITCH

Semana passada, os jogadores tiveram a oportunidade de ganhar um novo emblema de Destiny 2 na nossa primeira campanha de Drops na Twitch. Para obter o emblema, os jogadores tinham que assistir à transmissão ao vivo por 30 minutos, resgatar o drop na Twitch e conectar suas contas às contas da Bungie.net que eles usam para jogar Destiny 2. 

Se o emblema não aparecer na página de Recompensas de Parceiros, pressione o botão Atualizar ao lado de "Recompensas da Twitch não recebidas". Se, ainda assim, ele não aparecer, clique nesta página e verifique se o emblema aparecerá. Caso o drop apareça, significa que você cumpriu os requisitos e só precisa conectar sua conta da Twitch à sua conta da Bungie.net.Se o drop não aparecer, significa que você não cumpriu os requisitos para obter o emblema. 

PROBLEMAS CONHECIDOS

Enquanto continuamos a investigar vários problemas conhecidos, segue uma lista com os problemas mais recentes relatados no nosso Fórum de Ajuda: 
  • O triunfo Afobação do confronto na Basílica, referente ao selo e título de A Queda do Rei, não pode ser concluído. 
  • Alguns contratos da Artimanha nas versões em inglês contêm erros ortográficos na palavra "Guardiões". 
  • O Combatente BxR-55 criado não fica com a borda dourada quando uma vantagem aprimorada é adicionada a ele. 
  • O mod Remédio Mortal aparece duas vezes no elmo de Caçador de A Queda do Rei. 
  • A contagem de jogadores guiados em A Queda do Rei está incorreta nas estatísticas. 
  • Às vezes, os jogadores podem aparecer fora do aposento durante a luta contra o Sacerdote Bélico. 
  • Estão faltando triunfos no setor perdido A Fissura, que também está listando os escudos presentes de forma equivocada. 
  • O ornamento Túnica de Nezarec perde seu efeito de Ressonância quando um ornamento é aplicado ao elmo exótico de Arcano Pecado de Nezarec. 
  • O ornamento Braços da Optimacia tem elementos geométricos deslocados à sua volta. 
  • O exótico Coro da Alvorada não aparece nas Coleções. 
  • As estatísticas das Expedições não aparecem no resumo após o fim da atividade. 
  • A jornada exótica Xenologia não está progredindo com a conclusão de atividades das listas de jogos. 
  • O Transe Tempestuoso não causa mais dano gradualmente ao atacar. 
  • Contratos repetíveis do Mapa Estelar podem continuar sendo adquiridos quando os jogadores já estão com o inventário de jornadas cheio.

Para ver a lista completa de problemas emergentes em Destiny 2, visitem o artigo de Problemas Conhecidos. Caso tenham algum outro problema, relatem-no no nossoFórum de Ajuda
 

Senhor, Seu Engrama do Prime Gaming Caiu 

Sabe, às vezes a gente só precisa dar um "up" no equipamento ou garantir aquela nave que estava faltando no arsenal. Para quem quiser dar aquele tapa no visual, nós temos um novo mês de recompensas do Prime para conferir. Para quem ainda não sabe, o Prime Gaming é um programa bem bacana em parceria com a Twitch e a Amazon Prime que permite que os jogadores ganhem espólios grátis. Ainda por cima, ele é bem fácil de usar: basta cadastrar sua conta do Prime Gaming e vinculá-la à sua conta da Bungie.net. (Se tiverem Amazon Prime, parabéns! Vocês também têm Prime Gaming.)  Depois de se conectarem, vocês poderão selecionar os incríveis itens cosméticos mostrados abaixo e resgatá-los na Torre com Amanda Holliday na próxima vez que entrarem no jogo.   

Este mês, temos o D.A.R.C.I., um emblema bem legal e uma das minhas naves favoritas. Confiram os espólios concedidos abaixo:  

  • Rifle de precisão exótico D.A.R.C.I. 
  • Ornamento de arma exótica Limpa Bem 
  • Nave exótica Mecanoformação 
  • Holograma de Fantasma lendário Projeção de Corsário (exclusivo do Prime e disponível por tempo limitado) 
  • Emblema sazonal exclusivo Magnetismo 
 
Precisam refrescar a memória sobre como funciona o Prime Gaming? Sem problemas, tá na mão! Fiquem à vontade para acessar nosso artigo de suporte com todos os detalhes aqui.   


Quantos Titãs São Necessários para Abater um Soberano da Colmeia?  

 

Hippy: Olha, eu sou uma Titã bem simples: é só eu ver um vídeo sobre Titãs que eu já clico nele. A Queda do Rei está de volta, e, para muitos veteranos de Destiny, isso representa o retorno de um queridinho dos esquadrões. Para outras pessoas como eu, que por algum motivo não tiveram a oportunidade de jogar a incursão quando ela estreou pela primeira vez, foi a chance de explorar uma parte muito querida da história de Destiny. Para este vídeo de montagem, uma equipe de Titãs decidiu liberar suas Trovoadas e partir para cima da zona crítica do Oryx e também as dos nossos corações.  

Vídeo da Semana: Titãs vs. A Queda do Rei 


 
Sam: Com o lançamento de A Queda do Rei e da nova temporada, tem um monte de artes e vídeos para a gente conferir. A equipe trouxe um vídeo de façanhas Titãs incríveis, mas a gente ficou sabendo que vocês adoram memes de Titã. Hoje, é milho. 😊 

Vídeo da Semana: É MILHO 

Hippy: A Queda do Rei é legal e tal, mas e se a gente fizesse essa incursão voltar um pouco no tempo? Para a época do 8-bit, mais especificamente? Foi exatamente isso que um jogador fez quando transformou a experiência dele na última batalha contra o Oryx num encanto sonoro com a faixa musical abaixo:  

Vídeo B-B-Bônus da Semana: A Última Batalha de A Queda do Rei  

 
 

Depois de Sombra, Preparem-se Para… Sombranho 

 
 
Bruno: Não sei muita coisa sobre aquele novo poder que alguns chamam de filamento, mas parece que dá para tocar violino com ele. É bem legal, na minha opinião. Será que a Treva gosta de Vivaldi?  

Artista da Semana: A Música do Filamento
Ivan: Todos sabemos que a Colmeia é persistente, implacável e forte. Mas vocês sabiam que eles podem ser fofos também? Bom, agora vocês sabem! Que bela obra de overdose de fofura. Essa arte incrível merece o nosso respeito, Chromel! 
 
Artista da Semana: Sapomeia

Hippy: E como a gente adora tudo que é fofo, trouxemos um Calus bebezinho adorável curtindo um banho antes de se juntar à investida de dominação galáctica a mando da Testemunha. Essas coisas típicas de qualquer quinta-feira, sabe.  

Artista da Semana - Rodada Bônus: Destiny 2: Sombranho 


Um Futuro Tão Brilhante que Está Pedindo Ajuda a Gondor

Não é segredo para ninguém que nós aqui na Bungie somos bem abertos sobre as coisas em que a gente acredita, incluindo formas de ser mais gentil e inclusivo com todo mundo. Por isso, queremos compartilhar uma prévia de algumas das iniciativas nas quais Asia Larkin, Gerente Sênior do nosso Programa de Inclusão, Diversidade e Igualdade, está trabalhando.  

Asia Larkin: Estamos empolgados para participar mais uma vez do evento da Game Devs of Color expo em 15 a 18 de setembro. Esta sétima celebração anual exibirá alguns jogos novos, facilitará novas experiências e proporcionará oportunidades para aumentar a sua rede de contatos de forma autêntica e bem-intencionada. Estamos ansiosos para conhecer nossos colegas da indústria no evento. Deem uma passada no nosso estande virtual para bater um papo com os nossos recrutadores e saber mais sobre a Bungie e os Clubes de Inclusão comandados pelos nossos funcionários que ajudam a apoiar comunidades com pouca representação nos jogos e além. 

Depois disso, vamos fazer as malas e partir para a Grace Hopper Celebration na Flórida, que ocorrerá de 20 a 23 de setembro. Esse evento dará destaque às mulheres que trabalham com tecnologia numa comemoração de interesses de pesquisa e carreira. Nosso estande contará com uma equipe animada que estará pronta para conversar sobre seu possível futuro aqui na Bungie.  

Esperamos ver todos vocês por lá, mas, se não puderem ir, vocês podem conferir nossas vagas abertas aqui.  



Ah, os boletins… Eles crescem tão rápido. Quando a gente vê, eles já estão indo para a faculdade e…  

Mas falando sério, estamos empolgados para saber o que vocês estão achando do enredo da Temporada dos Corsários. Estamos adorando a empolgação dos jogadores com o Derivante e as suas juras de amor pela Eido. Ela é bem legal, então continuem criando memes de devoção eterna, porque eles são hilários.  

Com toda essa conversa de PvP, não se esqueçam de que estamos sempre abertos às suas opiniões. Às vezes, essas opiniões não são implementadas no jogo por um milhão de motivos diferentes, mas nunca se sabe de que forma a sua contribuição poderá inspirar outras mudanças igualmente importantes no mundo de Destiny.  

Por ora, vão jogar, entrem nas suas naves piratas, peguem todo o espólio que conseguirem carregar e não se esqueçam de se hidratar. Hidratação é sempre importante. É o que a Eido recomendaria.  

Até a próxima, Guardiões.  


"É melhor eu ir", 
<3 Hippy 
Você não tem autorização para ver esse conteúdo.
preload icon
preload icon
preload icon